Archive for January, 2010

Cova da Moura: Documentários estreiam hoje na Fnac Colombo

Sunday, January 31st, 2010

A vida no bairro da Cova da Moura, na Amadora, é retratada em seis documentários, realizados por moradores, que serão exibidos esta quinta-feira na Fnac Colombo, em Lisboa. O objectivo é dar a conhecer outras facetas do bairro, distintas do seu lado problemático.

A ideia partiu de um workshop de televisão, organizado em Outubro pela produtora Até ao Fim do Mundo. Os participantes, entre os 20 e os 30 anos, em média, organizaram-se em seis grupos, cinco de rapazes e um de raparigas, e, depois das aulas, foi-lhes cedida uma câmara para filmarem o seu dia-a-dia, da família ou dos amigos.

Os filmes são curtos, mas muito interessantes, quer pelos temas propostos, quer pelo talento revelado pelos autores, tanto na captação de imagens, como nas entrevistas», disse a coordenadora da iniciativa, Sara Gomes, acrescentando que um dos assuntos abordados é a relação da polícia com os moradores, mas há documentários também sobre o abandono escolar ou a reinserção na sociedade de jovens ex-reclusos.

Uma das obras, «mais alternativa», na perspectiva da responsável, é sobre o dia-a-dia das mães do bairro, com a saída das mulheres de casa para o trabalho, ao amanhecer. Outra incide sobre a falta de infra-estruturas para a prática de desporto e os problemas de uma equipa de futebol, que não dispõe de um pavilhão com condições, nomeadamente um balneário, com luz e água corrente, e que, quando joga em casa, tem de alugar um campo em Oeiras.

Há também um filme sobre o hip-hop que se faz no bairro, com destaque para o género de música como «arma de intervenção, arma de esperança» e a polémica sobre o uso do crioulo ou do português nas canções.

Cada documentário será apresentado pelos seus autores, seguindo-se à projecção um concerto com bandas de hip-hop daquele bairro, de população maioritariamente cabo-verdiana. O workshop foi realizado em parceria com a Associação Cultural Moinho da Juventude, que contribuiu com a sua inserção no bairro, e o conhecimento resultante.


in: http://diariodigital.sapo.pt/

Mais informações em http://www.moinhodajuventude.pt/noticias.htm

Governo altera programa de apoio ao arrendamento “Porta 65 Jovem”

Thursday, January 28th, 2010

logo_porta65.gif

Lisboa, 28 Jan (Lusa) — O Governo aprovou hoje alterações ao programa de apoio ao arrendamento jovem Porta 65 que alargam o universo de beneficiários, flexibilizam e simplificam os critérios de candidatura e consagra a mobilidade.

Entre as principais alterações aprovadas hoje em Conselho de Ministros está a possibilidade de incluir as prestações sociais (o subsídio de maternidade ou bolsas de estudo, por exemplo) no cálculo dos rendimentos para acesso ao programa, como explicou a ministra do Ambiente, Dulce Pássaro.

Depois, passa agora a ser aceite para aceder ao programa a declaração de rendimentos, não do último ano, mas apenas “dos últimos seis meses”, sendo também admissível apresentar uma “promessa de contrato de arrendamento” e não o contrato de arrendamento já firmado.

“Estas medidas melhoram o acesso dos jovens”, enfatizou Dulce Pássaro, que enumerou depois outras alterações para “tornar o apoio mais efectivo”.

“Foram introduzidas majorações ao apoio. Já estava prevista a majoração para os arrendamentos em zonas urbanas históricas. Introduzimos um aumento dessa majoração de 10 para 20 por cento. Outra majoração tem a ver com o apoio à família. Considerou-se que os agregados com dependentes a cargo ou com deficientes tenham uma majoração de 10 por cento”, disse.

A “promoção da mobilidade habitacional” é outra das alterações introduzidas ao Porta 65.

“Passa a ser possível o jovem mudar de residência e continuar no programa, o que até aqui não acontecia. Também se prevê a possibilidade de interrupção no programa e voltar ao programa”, esclareceu a governante.

Paralelamente, foi ainda alargado o “limite de idade para aceder ao programa”.

“O jovem pode aceder ao programa até aos 30 anos o que significa que, como o programa tem uma duração máxima de três anos, o jovem pode ficar no programa apoiado até aos 33 anos. Até aqui o apoio era só até aos 30 anos”, referiu.

Na ocasião, Dulce Pássaro adiantou que o programa beneficiou em 2009 cerca de 22 mil jovens entre os 18 e os 30 anos, “através de uma comparticipação mensal que pode chegar aos 60 por cento”.

“É um programa que tem uma expressão significativa, com a dupla valência de apoiar a juventude e promover o arrendamento urbano com incentivos ao arrendamento em zonas urbanas que estejam a ser objecto de reabilitação”, disse.

Quanto aos custos das alterações hoje aprovadas, a secretária de Estado do Ordenamento do Território, Fernanda Carmo, adiantou que o número final dependerá “das candidaturas dos jovens”.

“Houve um determinado montante que foi investido neste programa em 2009 — 6,5 milhões de euros - e temos previsto o reforço dessa verba para fazer face a novas candidaturas”,

PGF.

Lusa/fim

*************************

Veja AQUI o Comunicado do Conselho de Ministros de 28 de Janeiro de 2010

Ouça AQUI as declarações da Ministra do Ambiente Dulce Pássaro
e de João Cleto do Movimento Porta 65 Fechada, no Rádio Clube Português

SEMINÁRIO CONCURSO UNIVERSIDADES “COVA DA MOURA”

Thursday, January 21st, 2010

25 JAN 2010 | TEATRO CAMÕES

af_cartaz.jpg

MANHÃ

09h00 Abertura
José Manuel dos Santos (Representante da Fundação EDP), Delfim Sardo (Curador Geral da Trienal de Arquitectura de Lisboa) e João Belo Rodeia (Presidente da Ordem dos Arquitectos)

09h45 LUGAR LIMITE
Moderadora Filomena Silvano
Oradores Pedro Carraca com Cláudia Gaiolas e Lieve Meersschaert

11h30_11h45 Pausa para café

11h45 ARQUITECTURA E COMUNIDADE
Moderadora Isabel Raposo
Oradores Filipe Balestra e Pedro Reis

13h30 Pausa para Almoço

 
TARDE

14h30 NOVAS ENERGIAS, NOVAS CIDADES
Moderador Eduardo Moura
Oradores António Vidigal e Miguel Stilwell d’Andrade

16h15_16h30 Pausa para café

16h30 CAUSA URBANA
Moderador Nuno Portas
Oradores Helena Roseta e José António Bandeirinha

18h15 Encerramento
José Mateus (Director Executivo da Trienal de Arquitectura de Lisboa), Manuel Aires Mateus (Presidente do Júri e Comissário da Exposição Universidades) e Leonor Cintra Gomes (Presidente do Conselho Directivo Regional Sul da
Ordem dos Arquitectos)

18h45 Projecção de Documentário
‘AS OPERAÇÕES SAAL’ com introdução de João Dias (realizador)

______________________________________________________

Veja AQUI o programa detalhado.

Para mais informações, consultar:
http://www.trienaldelisboa.com/